quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Semelhanças

O ex-presidente Lula não se aguenta mesmo, em um evento realizado hoje na sede da CUT em São Paulo, ele seus adversários, afirmou que eles têm "bronca" dele e da presidente Dilma Rousseff e avaliou que a oposição e os formadores de opinião pública nunca quiseram a eleição dos dois... 

"Essa gente nunca quis que eu e a Dilma ganhássemos as eleições, que a gente fosse progressista", disse o ex-presidente, durante evento em comemoração aos 30 anos da Central Única dos Trabalhadores (CUT). "A bronca que eles tinham de mim era (em relação ao) meu sucesso e agora é o sucesso da Dilma."

E tem mais, Lula se comparou ainda ao ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln em relação, segundo ele, aos ataques sofridos na imprensa. 

"Eu fiquei impressionado como a imprensa batia no Lincoln em 1860, igualzinho batem em mim. E o coitado não tinha nem computador. Ia para o telex ficar esperando", disse Lula, contando que está lendo (o que mostra que o ex-presidente mudou seu hábitos, pois já chegou a dizer que a leitura lhe fazia doer a cabeça) a biografia do ex-presidente norte americano...

E nesse ponto eu quero traçar um paralelo entre essas duas figuras e talvez achar a tão semelhança entre ambos:

Lincoln foi o primeiro presidente eleito pelo partido republicano, Lula foi o primeiro presidente eleito pelo PT.

Ambos foram reeleitos presidente.

Lincoln era o "queridinho" do país, apesar de ter uma política muito questionada devido o fato de não gostar de se expor e ter posições dúbias relacionadas a temas importantes para o país, assim como Lula.

Lincoln ficou conhecido por libertar os escravos, Lula ficará conhecido por "libertar" os mais pobres.

Lincoln era de um partido com ideias conservadoras, mas que acabava tomando posições que, para a época, eram taxadas de progressistas. Muito parecido com Lula e seu conservador partido.

E por último, ambos são utilizavam de meios desonestos para vencer suas questões no parlamento. Podemos até dizer que Lincoln é um precursor do Mensalão, que depois será bem aperfeiçoado na gestão de Lula.

Portanto, é possível sim, que o ex-presidente brasileiro esteja correto ao se comparar ao ex-presidente norte americano. Suas semelhanças até são bem visíveis  Resta saber como a história irá reconhecer Lula no futuro, pois a história foi muito "bondosa" com Lincoln, deixando de lado tudo que pudesse manchar a imagem de grande homem e de político ligado ao povo. será que Lula conseguirá isso?

Fim da Quadra Cultural???


Eu acabei de ler nas redes sociais que o Ministério Público está estudando a possibilidade de entrar com um pedido para acabar com a "Quadra Cultural", alegando que o evento (que e público, gratuito e de qualidade), causa transtornos para os moradores da região do bairro São Francisco, onde o evento ocorre...

Eu a esperar para checar a informação antes de publica-la aqui no blog, mas como eu achei uma coisa tão estapafúrdia, que achei melhor levantar logo essa bola aqui para que os leitras possam se mobilizar para que, caso a notícia seja verdadeira, a "Quadra" continue por muitos anos alegrando as tardes curitibanas.

Vale lembrar que por causa de um abaixo assinado de 140 assinaturas, a pedreira Paulo Leminsky ficou dois anos fechada. Então é bom não duvidar da "competência" do M.P em tomar atitudes completamente imbecis, baseando-se em uma visão ultrapassada e reacionária de "bem estar público". Espero que isso não passe de boato ou de mera especulação, pois em uma cidade que pretende recuperar a sua veia cultural, acabar com a "Quadra" seria um retrocesso.

Lembrando que a "Quadra Cultural" é uma iniciativa popular, organizada pelo Magrão que é dono do bar "O Torto" e que movimenta, não só cultura, mas muito investimento para a cidade.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Deputada Renata


Eis que, os eleitores de Curitiba não aceitaram, os italo sul americanos resolveram apostar. Renata Bueno foi eleita a primeira brasileira a ocupar uma cadeira no parlamento italiano.

A Itália destina 04, de suas 640 vagas no parlamento, para representantes italo sul americanos. Renata vai defender os interesses desses eleitores aqui das Américas. Em meio a turbulência política italiana, desejo sucesso para a nova deputada!!!

Dos males...


Eu estava refletindo sobre a fúria de alguns selvagens contra a presença da blogueira cubana Yoani Sanchez em sua recente visita ao Brasil. E assistindo a várias entrevistas concedidas por Yoani aqui no País e pude perceber que ela nem de longe me parece ser uma "direitista" ou "agente da CIA", na verdade, Yoani pode ser considerada até como uma social democrata, "esquerdista".

Suas posições se parecem muito com as que muitos de seus algozes, pregavam até pouco tempo atrás. Sua luta é por liberdade de expressão, por eleições livres, por alternância de poder. Em nenhum momento ela se mostrou contrária às conquistas sociais da revolução. Não é contrária a saúde e educação gratuita e de qualidade, mas ela não quer só isso. em nenhum momento ela fala em golpe ou em revanchismo. O que ela busca é o direito de se expressar sem a censura do governo. Que a família Castro deixe o poder e que volte a ter eleições livres.

Os selvagens opositores de Yoani deveriam dar graças aos céus se as ideias da moa se tornem realidade na ilha. Penso nos exilados cubanos que vivem na Flórida (EUA). esses sim, são a chamada "direita raivosa", caso voltem à Cuba, irão proporcionar um verdadeiro "banho de sangue", uma série de perseguições aos apoiadores do atual regime. Seria uma nova guerra civil. Portanto, é bom que os selvagens agressores de Yoani pensem bem em quem jogar sua ira esquerdista, pois Yoani é "café pequeno" perto dos cubanos da Flórida...


Blog

Já está na rede, em carater experimental, o novo blog da Rede Mercosul. Com atualidades, programação da TV, link para a rádio Vida 92,9 FM e com outros blogs (este blog se sente honrado em fazer parte desta lista)...

Acessem... http://redemercosul.blogspot.com.br/

Fogo amigo (?)

Em conversa com o presidente da CUT Wagner Freitas e com o presidente da Força Sindical Paulinho da Força, o ex-presidente Lula disse que a ministra chefe da casa civil Gleisi Hoffmann esta com dificuldades em conduzir a MP dos Portos em função de não entender muito do assunto. Lula disse que conhece bem a realidade dos trabalhadores portuários e que não é possível permitir que o governo retire direitos conquistados...

Em período pré eleitoral, é isso que eu chamo de "fogueira amiga"...como será a reação de Dilma e Gleisi???

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A coluna dessa semana na Gazeta 24 Horas


Bipartidarismo

Na semana que passou, foi dada a largada para as eleições presidenciais de 2014. Em um ato em São Paulo (comemorando os 10 anos do partido no poder), o PT deixou claro para quem quisesse ouvir, que Dilma Rousseff será a candidata do partido à reeleição, inclusive com as bênçãos de Lula, seu “padrinho” politico e principal cabo eleitoral de sua campanha. No mesmo momento, em Brasília, Aécio Neves vazia um longo discurso na tribuna do senado, onde mostrava o que ele considerou as “13 falhas do PT no governo”, onde, na prática, assumiu a condição de pré-candidato do PSDB à presidência da república.
E aqui no alto de minha ignorância, me perguntei: Por que ambos, PT e PSDB,no “lançamento” de suas candidaturas, fizeram questão de mencionar um ao outro? E a resposta me pareceu muito clara: Os dois partidos querem se enfrentar em 2014 e não querem correr nenhum risco de serem surpreendidos por nenhuma “novidade” na eleição (entenda-se ai Marina Silva, Eduardo Campos e por ai vai).
Torna-se cômodo, tanto para tucanos quanto para petistas, que as duas legendas assumam a hegemonia do processo. Isso evita deserções, apara possíveis arestas pendentes e tira a possibilidade que apareça um discurso que traga algo diferente na disputa (PT e PSDB sabem muito bem qual o discurso de um e de outro). Para o PT a polarização entre os dois partidos é o primeiro passo na estratégia do partido de vencer a eleição no primeiro turno, sem o desgaste de ter que disputar outra etapa do processo, além de dar um “recado” para a base aliada de que está “fechado” em torno de Dilma.
Os tucanos estão em uma situação muito delicada, apesar de deterem o poder em alguns estados importantes, carecem de uma candidatura forte e que unifique a legenda e ir para o embate com o PT logo de cara, pode trazer uma visibilidade para a possível candidatura de Aécio que hoje não existe.
Tudo está muito no começo, mas a se levar em conta este primeiro ato, parece que teremos em 2013, um ano de uma espécie de “Jogo de compadres” entre Petistas e Tucanos. As duas legendas vão buscar focar toda a discussão entre si e abafar qualquer possibilidade de surgimento de uma terceira ou quarta força no processo.
Resta saber se o restante dos partidos e lideranças ficará de braços cruzados, passivamente, olhando essa manobra dos dois partidos. Eu sou favorável a que se apresente sempre uma terceira ou quarta vias, para que o eleitor tenha condições de optar por mais do que uma polarização que já vem se apresentando desde 1994. São 19 anos de polarização entre PT e PSDB e isso não é muito saudável para a democracia brasileira. Não podemos viver com um “bipartidarismo” camuflado, o eleitor precisa de alternativas de poder, por mais heterodoxos que possam parecer.
Tenho esperanças de que ainda se apresentem outras candidaturas consistentes e com propostas sérias para disputar as eleições de 2014. Não quero um primeiro turno adiantado, quero a oportunidade de analisar bem as propostas e poder ter uma segunda oportunidade para definir o novo presidente com a maioria absoluta dos votos.
Uma semana de muitas conquistas para todos!!!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Rivalidade é dentro de campo!!!



Rivalidade se decide dentro de campo, não é brigando na rua, quebrando terminais de ônibus e marcando brigas pela internet. Futebol não é uma guerra, futebol é alegria!!!

Vamos torcer muito...mas sem violência!!!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Discurso


Em seu discurso ontem,  no Encontro de Gestores Municipais da Assistência Social da Região Sul, a presidente da FAS Márcia Fruet, foi "acusada" de fazer um discurso de "palanque eleitoreiro", como se a política de assistência social fosse algo que existisse sem a orientação política de uma gestão.

Sem uma orientação política, o gestor da assistência social não tem como planejar as suas ações de enfrentamento de alguns graves problemas sociais que existem nas grandes e médias cidades brasileiras. Tive o trabalho de procurar ler o discurso que Marcia pronunciou em Foz do Iguaçu e não vi, sinceramente, nada que não estivesse relacionado com a política pública da qual ela tem responsabilidade. Foram palavras que focaram as dificuldades que hoje existem na cidade de Curitiba e no Paraná de um modo geral.

Pena que na verdade algumas pessoas não estavam acostumadas,  aqui no Paraná, a ouvirem alguém que esta somente interessada em trabalhar naquilo que lhe foi confiado e não apenas fazer joguinhos de cena tão comuns àqueles que não costumam fazer nada mais do que , subir em palanques!!!

Jogo de compadres

Eis que foi dada a largada para as eleições presidenciais de 2014. Em um ato em São Paulo (comemorando os 10 anos do partido no poder), o PT deixou claro para quem quisesse ouvir, que Dilma Rousseff será a candidata do partido à reeleição, inclusive com as bençãos de Lula, seu "padrinho" politico e principal cabo eleitoral de sua campanha. No mesmo momento, em Brasília, Aécio Neves vazia um longo discurso na tribuna do senado, onde mostrava o que ele considerou as "13 falhas do PT no governo", onde, na prática, assumiu a condição de pré candidato do PSDB à presidência da república.

E aqui no alto de minha ignorância, me perguntei: Por que ambos, PT e PSDB,  no "lançamento" de suas candidaturas, fizeram questão de mencionar um ao outro? E a resposta me pareceu muito clara: Os dois partidos querem se enfrentar em 2014 e não querem correr nenhum risco de serem surpreendidos por nenhuma "novidade" na eleição (entenda-se ai Marina Silva, Eduardo Campos e por ai vai). Se torna cômodo, tanto para tucanos quanto para petistas, que as duas legendas assumam a hegemonia do processo. Isso evita deserções, apara possíveis arestas pendentes e tira a possibilidade que apareça um discurso que traga algo diferente na disputa (PT e PSDB sabem muito bem qual o discurso de um e de outro). 

Para o PT a polarização entre os dois partidos é o primeiro passo na estratégia do partido de vencer a eleição no primeiro turno, sem o desgaste de ter que disputar uma outra etapa do processo, além de dar um "recado" para a base aliada de que está "fechado" em torno de Dilma. Os tucanos estão em uma situação muito delicada, apesar de deterem o poder em alguns estados importantes, carecem de uma candidatura forte e que unifique a legenda e ir para o embate com o pT logo de cara, pode trazer uma visibilidade para a possível candidatura de Aécio que hoje não existe.

Tudo está muto no começo, mas a se levar em conta este primeiro ato, parece que teremos em 2013, um ano de uma especie de "Jogo de compadres" entre Petistas e Tucanos. As duas legendas vão buscar focar toda a discussão entre si e abafar qualquer possibilidade de surgimento de uma terceira ou quarta força no processo. resta saber se o restante dos partidos e lideranças ficarão de braços cruzados, passivamente, olhando essa manobra dos dois partidos.

Vamos aguardar!!!

Muito estranho...

Esse caso horrível que aconteceu no hospital Evangélico e que culminou com a prisão da responsável pelo setor de UTI do hospital, a médica Virginia Helena Soares de Souza está muito estranho e eu espero que a policia investigue bem a fundo, pois o essa estória de que foi tudo responsabilidade da médica e também, o fato dos pacientes que teriam morrido na UTI sejam do SUS, me causa um enorme temor de que a coisa não vai terminar por ai...

É muito estranho tudo isso...não sou advogado, portanto, não entrarei no mérito legal disso tudo, falo como cidadão, e é como cidadão que vem a minha perplexidade e minha desconfiança sobre esse caso. Como foi possível acontecer tantos casos (conforme revela a polícia) de mortes nessa UTI sem despertar nenhum interesse, por parte da direção do hospital, para investigar isso? A Doutora Virginia tomava as decisões da própria cabeça ou tinha o auxilio de outras pessoas do hospital? Por que somente pacientes do SUS?

São muitas perguntas, e a sociedade exige respostas!!!

No ar!!!

Dia 03 de março estreia, pela Rede Mercosul, o programa "Week News", será um 

programa de meia hora, com os 



principais fatos que foram destaques no Paraná durante a semana. Com apresentação de 

Luciana Pombo e Luis Fernando Mussi.

Vale a pena conferir. sempre aos domingos, a partir das 14:30!!!

Participem!!!

Para quem gosta de animais e queira participar, fica a dica...


terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

"Death Angel"

A diretora da UTI do Hospital Evangélico, Virgínia Soares de Souza, foi presa hoje, acusada de cometer eutanásia e de maus tratos contra pacientes que eram internados no setor dirigido por ela. Para quem não sabe, a eutanásia é o desligamento de aparelhos que mantém uma pessoa viva, a pedido de familiares ou do próprio paciente. Esta prática é considerada crime no Brasil.

O caso vinha sendo investigado a cerca de 1 ano e segundo informações extraoficiais, este não seria um caso isolado. Mais funcionários do hospital podem estar envolvidos com o caso. De acordo com o foi apurado até agora, a Drª Virginia parece que não agia sozinha.

Resta saber até que ponto a administração do Hospital tinha conhecimento de tudo que acontecia na UTI do Hospital!!!

Eu quero ouvir Yoani..


A blogueira e pop star (como eu mesmo a defini em postagem anterior) foi vítima, ontem, em Feira de Santana/BA de um ato vergonhoso, irracional e violento de falta de democracia e de intolerância de alguns "manifestantes" contrários a sua presença no Brasil e que impediram a cubana e outros convidados de assistir um documentário que contem entrevistas com a blogueira, onde ela faz críticas ao regime da família Castro. Não me importa o que ela tem a dizer, ela tem o direito de dizer! Cercear alguém a se expressar é uma das maiores vilanias que uma pessoa ou um regime pode infringir a alguém.

O governo brasileiro tem a obrigação política de, como um estado democrático que é, oferecer garantias de que Yoani ou quem quer que seja, possa expressar as suas opiniões. A presidente Dilma com todo o seu histórico de lutas, deve colocar a Policia Federal para proteger a visitante cubana contra esses selvagens que se auto intitulam "militantes". Se Yoani tem razão ou não, se ela tem críticas a fazer contra o regime cubano que a faça, principalmente em solo brasileiro. Em vez de deixar assessor participar de uma reunião na embaixada cubana, onde o embaixador cometeu um crime diplomático ao incitar agressões contra uma cidadã cubana em visita legal ao Brasil, o governo devia garantir que o documentário fosse exibido e quem quiser assistir que assista.

Alguns meses atrás eu escrevi uma coluna repudiando a censura que o ex-prefeito Luciano Ducci e sua equipe queriam impor a jornalista e blogueira Thea Tavares, defendi o direito de Thea se expressar e não posso ficar calado quando vejo uma cena de barbárie como a que foi feita ontem na Bahia. Até o senador petista Eduardo Suplicy teve que intervir para que os baderneiros não agredissem fisicamente Yoani e as outras pessoas que estavam lá para assistir ao documentário. Lutamos tanto por democracia no Brasil para isso? Insisto, não vou entrar no mérito se Yoani fala a verdade ou não (sinceramente? Nada do que ela disse é diferente do que vi quando estive na ilha de Fidel), minha indignação é com a atitude selvagem de proibi-la de querer falar. se alguém quer saber como se vive em Cuba, que tal perguntar para uma cubana que vive lá?. O Brasil é um país democrático, que se exerça então essa democracia!

Adeus ao Mestre


Acabo de receber uma das mais tristes noticias possíveis no mundo da política paraense e brasileira, faleceu em Belém o ex-prefeito, ex-senador e ex-governador Almir Gabriel, em Belém, na manhã de hoje, aos 80 anos, vítima de complicações respiratórias. Gabriel estava internado desde o dia 06/02 para tratamento em um hospital da capital paraense.O enterro deve acontecer no município de Castanhal, próximo a Belém.

Mas não quero escrever sobre morte, pois creio que temos um caminho a seguir após sairmos desse campo físico  quero falar de vida, pois foi esse um dos maiores ensinamentos que recebi de Almir Gabriel durante os quase 20 anos de convivência que tive com ele e com sua família. Minha mãe trabalhou com ele na prefeitura de Belém e depois disso, eu tive a honra e o prazer de servir o meu estado, sob as orientações, as ordens e os ensinamentos de um dos maiores estadistas que esse país já viu nascer. E o termo estadista se aplica bem a figura pública de Almir, pois estadista é aquele que modifica as condições materiais de uma sociedade, aquele que implanta políticas de estado e não de governo apenas. E essa foi a principal característica das gestões de Almir Gabriel, desde quando foi secretário de saúde do estado, como prefeito de Belém e como governado do Pará por dois mandatos.

Almir pensava no cidadão como sendo a personagem principal do cenário político, suas maiores realizações não são aquelas físicas (onde em seus governos, ele mudou a cara do estado com obras físicas de fundamental relevância para o desenvolvimento do Pará), seus principais legados estão dentro de cada um de nós, paraenses, que, sob sua influência e inspiração, aprendemos que não éramos cidadãos de segunda classe, que somos e seremos sempre, tão grandes como qualquer outro estado da federação. A onda de "Paraensismo" que Gabriel nos mostrou foi muito mais importante do que todas as obras que foram ou possam ser erguidas no estado. Quando criou a rede de proteção social no seu primeiro mandato, em 1994, mostrou as bases de como se deve fazer um verdadeiro trabalho de assistência social e não de assistencialismo eleitoreiro. "Ensinar a pescar" era mais do que uma frase, era um dogma para nós, que trabalhávamos na secretaria de trabalho e promoção social. Não queríamos apenas dar comida e "esmolas", nossa missão era a de tirar cidadãos da condição de usuários da assistência, capacita-los e recolocarmos no mercado de trabalho, resgatando a sua auto estima e sua força produtiva.

Para tal, Gabriel foi personagem importantíssimo na constituinte de 1988, como senador, sendo um dos mais destacados defensores das conquistas sociais de nossa constituição. E soube, quando teve a oportunidade de governar, utilizar esses elementos constitucionais da maneira correta, da forma mais eficaz possível em prol da melhoria do cidadão. Almir era antes de tudo, humano, tinha defeitos e fraquezas como qualquer um de nós, mas no momento em que nós tínhamos a oportunidade de conversar com ele, não era uma simples conversa, era uma aula de vida, gestão e cidadania. Entendia a democracia como algo acima de qualquer outro preceito político, mas sabia muito bem que não somos iguais e sempre buscou tratar cada um da maneira que cada um deveria ser tratado. Com ele aprendi o conceito da equidade, com ele aprendi que democracia não se faz com populismo, com ele aprendi que o cidadão merece ser respeitado e não tratado como uma simples estatística de governo, com ele aprendi que democracia se faz com muita luta e não com pirotecnia. Antes de tudo, aprendi com ele a ser um ser humano um pouco melhor.

Sei que a dor de Almir José, Haifa, Sâmia e Marcelo não tem tamanho nesse momento, pois além de tudo o que todos nós perdemos com o falecimento de Gabriel, eles perderam o pai. O pai que sempre foi austero, muitas vezes turrão, mas que acima de tudo foi o pai deles. Aos meus queridos Almir, Haifa, Sâmia e Marcelo quero, além de me solidarizar com a dor, agradecer por todos os ensinamentos que tive com o pai de vocês e pela oportunidade da convivência com essa família. Minha gratidão é eterna.

Quem acompanha o que escrevo, deve lembrar que eu disse sobre a vitória do Gustavo Fruet aqui em Curitiba, sobre o fato de não sentir uma emoção tão grande desde 1994, pois bem, aos que não entenderam, eu me referia da emoção da vitória de Almir derrotando as velhas oligarquias paraenses que somente olhavam para o passado e para o próprio bolso. Foi uma emoção de esperança, de crença em um futuro melhor. Esperança essa que se tornou realidade após a gestão de Almir e que eu tenho certeza que vai acontecer o mesmo daqui a quatro ou oito anos, quando terminar a gestão de Gustavo. O paralelo entre essas duas figuras públicas de gerações diferentes, de personalidades diferentes, está na mesma preocupação de ambos com o ser humano, com a transformação para uma sociedade melhor.

Esse era o texto que nunca quis escrever e por isso não está nem perto da grandeza de Almir Gabriel, mas não podia ficar calado diante da partida do grande mestre. Me perdoe por não expressar sua grandeza como você merece, Dr Almir, sei que o senhor nunca foi um homem que gostasse de homenagens desse tipo, mas saiba que tudo, mas tudo mesmo que me foi ensinado não foi e jamais será em vão. sou um ser humano melhor e devo muito isso aos ensinamentos de um homem que teve a sua missão de médico salvador de vidas, transformada para um gestor líder de um povo. O Pará não foi e não será o mesmo depois do legado de Gabriel. Sua maior obra, como eu disse antes, está dentro de nós e isso jamais poderá ser perdido ou arrancado.

A partir de hoje Almir Gabriel nos deixa fisicamente, passa a fazer parte da história e eu tenho certeza que entre os erros e acertos de qualquer ser humano, Almir Gabriel conquistou um lugar entre os grandes da história não somente do Pará, mas também na história do Brasil. Que seus sucessores sejam dignos de aprender com seu legado e até com seus erros. O Pará voltou a ser grande e jamais deixará de sê-lo, essa é deve ser a nossa maior homenagem ao cidadão Almir José de Oliveira Gabriel.


Descanse em paz!

Apareceu a "Margarida"


A vereadora Ana Maria de Holleben do PT de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná,  que é suspeita de forjar o próprio sequestro, disse, hoje, ao aparecer na câmara de vereadores, que não se lembra do que aconteceu no dia em que desapareceu após a posse.
 Ela falou durante a primeira sessão ordinária da qual participou:
“Passei mal, não lembro exatamente a partir daquele momento o que aconteceu. E esta é a verdade”, declarou a vereadora...
A vereadora foi vaiada por manifestantes em sua chegada à câmara , esses manifestantes levavam faixas pedindo explicações  da vereadora sobre o tal sequestro. Foi necessária a intervenção policial para controlar os ânimos.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Entrando nos eixos


A Prefeitura de Curitiba anunciou hoje que o valor pago à empresa Consilux pela ocupação dos 196 radares na cidade será reduzido 37% em 2013. Segundo a prefeitura, a medida irá representar uma economia anual de mais de R$ 3,2 milhões.
A redução do valor mensal será de R$ 737.427,28 para R$ 464.003,23 e tem como base a análise técnica da Controladoria da Secretaria Municipal de Finanças, determinada pelo prefeito Gustavo Fruet.
Ainda de acordo com a prefeitura, a Consilux foi notificada na sexta-feira  passada pela Procuradoria Geral do Município sobre os valores a serem praticados em 2013 sob a pena de serem depositados em juízo no caso de discordância. A prefeitura informou que, nesta segunda-feira, a empresa assinou o termo de concordância.
Isso é só uma amostra de como é possível fazer uma gestão voltada para o bem da cidade e da sociedade, onde a coisa pública é tratada com seriedade e respeito... 

A blogueira pop star


Que desembarcou no Brasil hoje foi a blogueira cubana Yoani Sanchez, iniciando a sua "turnê internacional", após conseguir permissão do governo da ilha para que pudesse deixar o país. Yoani se tornou famosa no mundo desde que lançou o blog "Geração Y", onde faz duras críticas ao regime dos irmãos Castro e a falta de liberdade de expressão na ilha caribenha. Yoani também "conquistou" a ira de 9 em cada 10 militante esquerdista do mundo, acusada de ser agente da CIA, marionete do capital internacional entre outros adjetivos que fazem parte do "chavão" esquerdista.

O certo é que Yoani apenas quis exercer o seu direito à expressão, dizer o que pensa sobre as condições em que vivem os cidadãos cubanos. E dizer o que pensa em regimes totalitários, é um crime inafiançável. Não posso dizer se Yoani está certa ou não em suas críticas. Conheci Cuba tem mais de 20 anos, muita coisa mudou de lá para cá, mas o certo é que, nos dias em que passei na Ilha, não puder fazer nada que não fosse acompanhado de perto por agentes do governo (fui até Cuba fazendo parte de um grupo de pessoas do ME para levar "solidariedade" ao regime de Fidel). Não vi nenhum cidadão que criticasse o regime e o que, à época, parecia uma vitória do socialismo, nada mais é, do que fruto da repressão política.

Não consigo conceber nenhum governo que tolhe a liberdade de expressão. Seja de direita, esquerda ou o que quer que seja. Governo que não permite o contraditório, é um governo que não pode ser chamado de democrático e de popular. E isso serve tanto para Cuba, quanto para qualquer outro país do mundo. Yoani pode estar a serviço de quem quer que seja, mas seja lá o que ela pense ou diga, ela tem o direito de dizer.

Minha coluna na Gazeta 24 Horas


Encruzilhada

No último sábado, o cenário político brasileiro foi sacudido com o lançamento de mais um partido político, trata-se do ainda chamado “REDE”, organização partidária capitaneada pela ex-senadora e ex-ministra Marina Silva. Obviamente, o partido, precisa atingir uma quantidade de membros e de assinaturas para conseguir o seu registro perante o TSE e assim, se colocar apto para disputar as eleições de 2014. Não vou ficar aqui analisando a ideologia, o programa, o estatuto do partido, nada disso, vou me ater a uma “encruzilhada” moral e ética que vem me perturbando por todo esse final de semana.
Sou favorável a diminuição do número de partidos políticos no Brasil, penso que o país possui partidos demais, sem nenhuma ideologia, e que servem apenas como moeda de negociação em período eleitoral. E que sugam o dinheiro do fundo partidário (que acaba sendo o nosso dinheiro), para fazer negociatas em época de eleição (lembro aos amigos leitores que já escrevi sobre o tema e sobre a quantidade excessiva de eleições que temos no Brasil), portanto, não posso concordar com a criação de mais um partido político. Por outro lado, analisando o cenário político brasileiro, não posso esconder o meu desejo de ter, novamente, a Marina Silva no páreo para a disputa o palácio do planalto. O processo político caminha para mais uma polarização entre PT e PSDB e isso é ruim para o país, precisamos ter alternativas, mesmo que o resultado final seja o mesmo, vejo com bons olhos a entrada de Marina nesse processo.
É justamente neste ponto que reside a minha “encruzilhada”, apoiar a criação desse partido significa possibilitar a presença de mais um postulante à presidência, com densidade eleitoral para disputar o cargo e não somente para servir de figuração, mas para que isso se concretize, é necessário mais um partido político, mais uma organização sem compromissoideológico e nem uma posição definida sobre alguns temas importantes em discussão no Brasil. E isso é algo que abomino com veemência. Mas o que fazer? Compartilho com meus leitores essa “encruzilhada” e peço para que façam uma profunda reflexão sobre as consequências de qualquer atitude que venha a ser tomada.
Os fins justificam os meios? É legitimo criar uma agremiação partidária tão plural a ponto de não perceber sua identidade política, apenas para garantir uma legenda na disputa presidencial? Por outro lado, é justo deixar de fora uma candidatura que já obteve 20 milhões de votos na eleição passada e que tem o respeito e a simpatia de muitos brasileiros, dos mais diferentes partidos, classes ou ideologia? É justo deixar que a eleição seja definida pelos desejos dos dois maiores antagonistas políticos do momento, PT e PSDB, sem oportunizar o surgimento de outras possibilidades? São dúvidas que tenho e sei que muitos brasileiros também as têm. Espero, sinceramente, que o melhor seja decidido para o país, quero ver uma disputa eleitoral com propostas diferentes, com projetos de poder antagônicos, para que a sociedade escolha qual o melhor para ela. Esse sempre será o meu maior desejo.
Uma semana produtiva para todos!!!

Texto da colunista Dislene Freitas no jornal Gazeta 24 Horas

Mais um texto interessante da colunista Dislene Freitas no jornal Gazeta 24 Horas


Um dia depois do outro

Eu vejo a vida melhor no futuro é assim que começa a música Tempos Modernos que em 1982 que projetou Lulu Santos nacionalmente, para quem lembra ou para quem ainda não conhece é válido atentar para o foco da letra, a proposta vai muito além do amor romântico.
Muitos podem questionar se há tempo e espaço para otimismo em nossos dias atuais, eu digo que sim e digo mais, chegou a hora de buscar o melhor e não pior, histórica e culturalmente no Brasil paira a postura de deixar para o outro a responsabilidade das mudanças com frases que vagam os séculos como: eu faço isso porque fulano fez aquilo, ou eu não faço isso porque o sicrano não fez e não faz.
Todos os dias nos mais diversos meios de comunicação os fatos e notícias literalmente pipocam, na esmagadora maioria são desagradáveis, nos mostram o que não gostamos de saber sobre a natureza humana, a falsa política, a miséria de valores e conceitos e a escassez de oportunidades.
Então mudemos de pensamento, de sentimento e atitude, somente assim nossa cultura se elevará, não há mais tempo para os coitados e vítimas e sim para aqueles assumem a responsabilidade de dias melhores para o maior número de pessoas e não somente para si, invés de simplesmente ouvir a cada novo escândalo e apontar o dedo para fulano ou sicrano é fundamental que cada um de nós soluções, que nos tornemos uma sociedade criativa e não somente reativa.
Também na música Tempos Modernos há outra provocação: Com habilidade pra dizer mais sim do que não, não, não…a cada 24 horas a maioria das pessoas desperdiçam oportunidades pela falta de iniciativa e coragem em todos os aspectos e campos da vida, imaginemos a partir de hoje novos possibilidades diante dos fatos e das notícias que assolam.
Caso o leitor da Gazeta 24 Horaspossa ouvir detalhadamente esta música para elevar os propósitos e atitudes de buscar e enxergar o melhor de cada pessoa e circunstância, gradativa e coletivamente atingiremos outros ângulos sobre a realidade que fazemos e temos.
A música tem mais de 30 anos e é atual e autêntica para aqueles que não se acomodam e realizam as mudanças necessárias.
Boa semana e boas mudanças de pensamento, de sentimento e atitude

Perguntar será que ofende

Por que tem gente que não sabe ser oposição???

O "Chavão" voltou!!!

Após mais de dois meses sem dar nenhum sinal de vida em função de um tratamento contra o câncer que ele fazia em Cuba, o presidente venezuelano Hugo Chávez  anunciou através de seu twitter, que ele está de volta à caracas para continuar o tratamento em seu País. Isso tudo ocorre depois de uma enorme pressão por parte da oposição venezuelana para saber notícias sobre o real estado de saúde do presidente.Havia a suspeita que Chávez, inclusive, já havia morrido e o governo (por razões políticas) não queria confirmar.

Depois de surgir uma foto de Chávez ao lado de parentes, surge a notícia de que o bolivariano líder retorna para o seu País, de madrugada, sem nenhuma pompa e com o intuito de continuar o tratamento em casa. Ora, sabemos que em Cuba ele teria melhores condições de ser tratado do que na Venezuela, então porque essa "volta"? E outra, por que assim, na madrugada e anunciada pelo twitter?

Mistérios que não cabem a mim resolver...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Meteoro cai na Russia


Aconteceu hoje de manhã, cerca de 500 pessoas ficaram feridas,  depois que um meteoro caiu e se desintegrou sobre a região russa de Tcheliabinsk, nos montes Urais... A informação foi confirmada pelo Ministério do Interior russo. 
"Será necessário dar atendimento médico a 474 pessoas, das quais 14 foram hospitalizadas", informou um porta-voz ministerial às agencias internacionais..
O governo afirmou que os danos foram provocados pela onda de choque da explosão que desintegrou o meteoro na atmosfera. O objeto caiu a cerca de 80 quilômetros da cidade de Satki, no distrito de mesmo nome, por volta das 9h20 locais (1h20 de Brasília) e se desintegrou.
"Espero que não haja consequências graves, no entanto, isso é uma prova de que não apenas a economia é vulnerável, mas todo o nosso planeta", disse o premier russo Dimitri Medvedev na cidade siberiana de Krasnoyarsk, onde participa de um fórum econômico internacional.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Analise

Muito boa a analise feita pelo Esmael Morais, em seu blog, sobre o ato político que foi a renúncia de Bento XVI. Sugiro uma espiada lá...

www.esmaelmorais.com.br

Ônibus parados

Uma assembleia de motoristas e cobradores decidiu hoje suspender o transporte coletivo em Florianópolis às 19h, temendo os ataques incendiários da onda de violência iniciada em 30 de janeiro.


O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Urbanos (Sintraturb) anunciou que os horários somente serão normalizados "quando houver segurança para isto".Ao todo, 64 ônibus já foram atacados em todo Estado, nas duas ondas de violência --37 desde 30 de janeiro deste ano, e 27, entre 12 e 18 de novembro, na primeira onda de ataques...
A assembleia aconteceu na praça Nações Unidas, no centro da cidade, e, por si só, já causou confusão no trânsito, devido ao acúmulo de ônibus estacionados no local. A paralisação causou um enorme mal estar entre o sindicato e as autoridades do poder publico municipal. A prefeitura alega que a decisão do sindicato foi unilateral e demonstrou uma falta de parceria com a população, já o sindicato diz não confiar nas autoridades para garantir a segurança dos profissionais que trabalham nos ônibus. 
A situação continua tensa demais em Santa Catarina e as autoridades estão perdidas, sem saber como resolver a questão!!!

Estréia

Informação finalmente confirmada

EM BREVE!!!!!

Luciana Pombo na Rádio Vida - 92,9 FM
15h às 17h

EQUIPE DA RÁDIO:

- ÂNCORA: LUCIANA POMBO
- COMENTARISTAS: THOMAZ CAMPOS E LUIZ FERNANDO MUSSI
- PRODUTOR: ROBSON DO WALLE
- CORRESPONDENTE PARANAGUÁ: STALIN VENET
- CORRESPONDENTE PONTAL DO PARANÁ: JOSÉ AUGUSTO RODRIGUES
- CRÔNICAS: ROGÉRIO ATHAYDE


Além de ser o retorno de Luciana, será também o meu retorno a a fazer rádio, o desafio é grande, mas a vontade é maior ainda...ouçam, prestigiem e espalhem a notícia!!!!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Futebol paranaense

O campeonato paranaense chega hoje à sua oitava rodada e antes que os amigos leitores pensem que vou fazer algum comentário sobre os times na disputa, quero tranquiliza-los, falarei sobre o futebol paranaense e a sua fase de oscilações e falta de foco em resultados expressivos. Desde 2005, quando o Atlético foi vice campeão da Libertadores da América, até o último vice campeonato do Coritiba na Copa do Brasil, o futebol do Paraná passou por quatro rebaixamentos nacionais (mais o rebaixamento do Paraná Clube no campeonato estadual em 2011), perdeu a sua importância no cenário futebolístico nacional e se arrasta em um campeonato deficitário, pobre tecnicamente e com partidas disputadas em verdadeiros "pastos" que são chamados de campos de futebol.

O campeonato estadual, assim como os demais estaduais (podemos colocar como exceção o de São Paulo), são campeonatos mal elaborados, com clubes sem nenhuma expressão e onde os grandes clubes brasileiros tiram dinheiro do bolso para poder jogar. Não é justo que Atlético e Coritiba tenham que arcar com despesas altas para manter suas estruturas e elencos e disputarem um campeonato sem nenhuma qualidade, como o nosso paranaense. A torcida cobra, e com razão, tines de qualidade, mas como exigir qualidade em campeonato como esse? Se reclama da decisão tomada pelo Atlético de disputar torneios no exterior e deixar seu time sub23 disputando o campeonato local, mas não levam em consideração a dificuldade do clube em conseguir investimentos em torneios como os estaduais. O Coritiba é que poderia fazer o mesmo, pois manter o seu plantel e sua estrutura também não é nada fácil.

Criticar eu sei que é fácil, mas o que pode ser feito para mudar esse cenário? Eu sou favorável que os grandes clubes da região sul disputassem um torneio entre si, no período dos estaduais, onde haveria possibilidade de comercialização melhor do torneio, manteria-se a rivalidade regional e seria um torneio que, de fato, poderia servir de preparação para o campeonato nacional, copa do Brasil, libertadores, etc. Teríamos jogos com um nível técnico mais forte e com isso, compensaria investimentos maiores na construção de times fortes e competitivos, sem o risco de ter que disputar torneios contra times de muito menor qualidade técnica e que que coloca em risco até a integridade física dos jogadores. Lógico que eu não vou desconsiderar as equipes do interior do estado, para elas, compensa você ter um torneio estadual, onde elas pode se enfrentar e conquistar o direito de ascender à competições maiores, no âmbito regional ou nacional.

Isso tudo não passa de uma opinião de quem adora futebol e se preocupa com o futuro de um dos nossos maiores patrimônios culturais que é esse esporte. Do jeito que tá, com gestões centralizadoras, amadoras e de visão pequena, o futebol paranaense tende a ficar no patamar de um futebol de segunda classe no cenário nacional e isso é muito triste para um estado que já foi duas vezes campeão brasileiro e que sempre que entrou para disputar uma competição nacional ou internacional, entrou para ser protagonista e não para ser coadjuvante. quero o futebol do Paraná de volta a condição de potência nacional, que nossos times disputem os títulos nacionais e não fiquem preocupados em não cair ou em "fazer um bom papel".

Santa Catarina pede socorro!!!

Eu tenho uma relação de muito carinho com o estado de Santa Catarina, trabalhei os últimos três anos naquele estado e sei de suas qualidades e da grandeza de seu povo. Por este motivo eu observo horrorizado  a onda de ataques que vem ocorrendo no estado, orquestrados até onde sei, por detentos que se encontram presos em penitenciárias do estado. Já são 91 atentados contra ônibus, postos policiais e caminhões em várias cidades importantes do estado. Esses atentados estão assolando a população de Santa Catarina tem uns 13 ou 14 dias e até agora, mesmo com uma visita do ministro da justiça José Eduardo Cardozo, que se ofereceu o apoio da Força de Segurança Nacional, o governador Raimundo Colombo ainda não acredita que a ajuda federal seja necessária.

Até onde vai a arrogância e a irresponsabilidade de nossos governantes? Por que, em nome de Deus, o governador não aceita a ajuda que lhe foi oferecida pelo governo federal? As forças de seguranças catarinenses já se mostraram ineficazes para combater essa onda de terrorismo que abala toda a população do estado. Eu tenho ciência de que aceitar a ajuda federal é uma grande prova de incompetência do governo catarinense em cuidar de sua segurança interna. Mas isso não dá o direito ao governador de ser irresponsável com seus governados. Santa Catarina é hoje, um estado sitiado, onde criminosos, de dentro das cadeias, organizam ações de vandalismos dignas de países que sofrem com o terrorismo internacional.

Espero, sinceramente, que antes mesmo dessa postagem ser lida pela manhã, o governador Raimundo Colombo tenha tomado a decisão mais sensata, a de aceitar ajuda federal para conter essa onda de crimes que estão ocorrendo no estado de Santa Catarina. Os catarinenses merecem ser tratados com respeito e segurança por parte de seus governantes.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

A paralisia tucana

Que o PSDB sempre foi um partido lento para agir ou reagir a determinadas situações que o cenário político lhe apresentava, isso já conhecido por todos que acompanham política nesse país. Agora, a "sonolência" com a qual o partido está tratando a sucessão presidencial chega a ser irresponsável para com seus eleitores e para com a democracia, pois não consigo conceber um estado democrático sem o contraditório. Coisa que não consigo ver no Brasil, muito em função da inércia tucana em exercer o seu papel de oposição.

Se Aécio Neves ou quem quer que seja, não apresentar seu nome como candidato para enfrentar a presidente Dilma nas eleições de 2014 até o meio do ano, o PSDB corre o risco de ser esvaziado enquanto legenda, perdendo espaço para o novo partido de Marina Silva e para o PSB de Eduardo Campos, que ameaça romper a comoda relação de parceria com o PT que já remonta de anos.

É verdade que o PSDB governa estados importantes da federação, mas o partido não consegue defender um projeto de estado capaz de enfrentar o projeto hegemônico do atual governo. Não quero aqui ser porta voz de uma possível necessidade tucana de candidatura, somente analiso o que me apresenta o atual estágio do partido. E um país sem oposição consolidada, é um país que corre o risco de cair em um processo hegemônico de "ditadura governista", onde o projeto político de quem governa é tão amplamente exercido, que ofusca qualquer pensamento em contrário. Claro que reconheço o desejo da maioria da população brasileira em abraçar o projeto político do PT, é justo e democrático. Mas não defendo, em hipótese alguma, a tese do "partido único" ou da "ideia única".

Por outro lado, não vejo o PSDB assumindo esse papel de contraponto. O partido se perde em suas lutas internas e autofágicas. Esqueceu de suas bandeiras e suas ideias. Ficou preso em uma disputa de de poder interno que já o levou a perder três eleições seguidas para a presidência e que, se continuar desse jeito, vai encarar sua quarta derrota nacional (isso se conseguir lançar candidatura própria em 2014). O PSDB se corrói por dentro, não permite a formação de novas lideranças e perde o seu capital político como um investidor da bolsa perde o seu dinheiro por aplicações erradas. Não vejo no atual quadro tucano, força suficiente para sustentar uma candidatura competitiva ano que vem. Se continuar se engalfinhando internamente, a tucanada corre o risco de perder o seu papel de protagonista e não ter direito nem ao papel de coadjuvante, fazendo apenas figuração nas próximas eleições presidenciais.

Teste nuclear

A Coréia do Norte informou nesta terça feira, o sucesso de seu terceiro teste nuclear, depois os testes de 2006 e 2009, a Coréia do Norte fez mais um teste nuclear e que causou um alvoroço enorme na comunidade internacional...

A Coréia do Sul foi a primeira a anunciar um terremoto de cerca de 5 graus na escala Richter em uma região próxima a fronteira entre as duas Coréias. Esse teste torna a situação mais tensa na região, pois não é a primeira vez que a Coréia do Norte desafia os organismos internacionais e continua fazendo testes nucleares.

Os Estados Unidos condenaram o teste, a União Européia também. Até a China, única aliada que os norte coreanos ainda possuem, foi veemente ao condenar os testes nucleares realizados pelos seus vizinhos, o que causa mais tensão na região. Confesso que estou muito preocupado com essa movimentação toda da Coréia do Norte, pois a região é conflituosa desde a guerra que separou as duas Coréias em 1953.

Basta um pequeno movimento mal calculado e é possível que se estabeleça um enorme conflito bélico na região, que pode se expandir para o resto do planeta.

Temporal

A cidade de Curitiba teve hoje uma terça feira de carnaval com muita chuva. O temporal que assolou a cidade no período da tarde provocou a queda de árvores, causando bloqueio de algumas ruas da cidade. Aqui no Bigorrilho onde eu moro, várias árvores caíram. No parque barigui também houve queda de árvores. Alguns bairros chegaram a ficar sem energia elétrica em função desses transtornos.

De acordo com a Copel, cerca de 19 mil domicílios foram afetados e tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido. A região mais afetada foi a dos bairros Mercês e aqui o bigorrilho, a cerca de uma hora atrás ainda restavam 1,5 mil domicílios sem energia elétrica. 


A expectativa é de que o serviço seja restabelecido ainda nesta terça.

Poema de carnaval

Madrugada fria, vazia..
Terra sem sono, sem sonho...
Paixão reprimida, acorrentada, ferida...
Cama arrumada, virada, sem vida!!!

Sentindo a falta, irrita..
Lembro da presença, que alivia...
Durmo, acordo, suspiro..
Pensamento viaja, te acha...

Sentir teu cheiro, deleite..
Sentir teu corpo, envolto..
Colados,deitados, amarrados...
Chuva que molha, refresca, seduz...

Hoje é dia de folia, harmonia..
Carnaval na avenida, alegria...
Vento soprando na janela, aberta...
Me levando à você, minha Vida!!!



Blog novo na praça..

Eis que temos mais um blog lançado aqui em Curitiba, trata-se do blog "unha que risca a lousa" da jornalista Márcia Pfleger...

A intenção é de falar sobre diversos assuntos, desde poesia até receita de bolo, como diz a própria autora. Esse blogueiro deseja todo o sucesso do mundo para mais esse desafio da amiga Márcia!!!

O endereço do blog é http://unhaqueriscaalousa.blogspot.com.br/

Retorno confirmado...

Fontes seguras garantem que Luciana Pombo volta ao rádio em Curitiba, no próximo dia 18/02 em um programa diário que irá ao ar nas tardes de segunda a sexta...

A rádio ainda é um mistério, mas o certo é que Luciana está de volta e parece que vem mais gente ai com ela nesse novo programa...

É esperar para ver o que vai acontecer!!!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A profecia


O anúncio da renúncia do papa Bento XVI  fez relembrar a famosa e controversa  "Profecia de São Malaquias", que anuncia o fim da Igreja e do mundo...
A profecia de São Malaquias, ou "Profecia dos Papas", é um elenco de 112 frases curtas escritas em latim que indicariam o número de papas, considerada uma premonição atribuída a São Malaquias, bispo de Armagh, que viveu no século XII. 
De acordo com a tal profecia, o próximo papa será o último da igreja católica e será sobre seu papado que Roma será destruída...
A profecia foi publicada em 1595 pelo histórico beneditino Arnold de Wyon, dentro da sua obra "'Lignum Vitae, Ornamentum et decus Ecclesiae"  (A Árvore da Vida, enfeite e decoração da Igreja)  em uma livre tradução...
Segundo a tradição, em 1139 Malaquias foi chamado a Roma pelo papa Inocêncio 2º para ser nomeado bispo e próprio na Cidade Eterna ele teria tido um sonho sobre os futuros papas.
Malaquias relatou sobre a visão através de uma longa sequência de frases obscuras, em um manuscrito intitulado "Prophetia de Summis Pontificibus" (Profecia sobre Supremos Pontífices)  na tradução livre...
As frases descrevem as características mais marcantes de todos os papas a partir de Celestino II, eleito em 1143. O manuscrito foi então depositado nos arquivos do Vaticano, onde permaneceu esquecido até sua redescoberta em 1590.
De acordo com algumas interpretações dessa lista, o papa Bento XVI seria o penúltimo pontífice da historia da igreja, que terminaria com um papa descrito como Petrus Romanus (Pedro de Roma) cujo pontificado, de acordo com a profecia, vai terminar com a destruição da cidade de Roma, e com o simultâneo fim da igreja e do mundo.
Vamos esperar para saber se essa profecia tem fundamento ou é mais um pouco dos mitos e crendices que cercam a igreja e o papado!!!

Intransigência

Uma das coisas mais difíceis que existe nas relações humanas, dentre tantas dificuldades, é a falta de tolerância e a intransigência de algumas pessoas. Isso é muito difícil de escrever, pois todos nós temos esse lado dentro de nossa personalidade e alguns de nós, não consegue controlar esse lado e acaba criando situações de incomodo e tristeza para que está ao nosso redor. Temos a mania de querer interferir na vida dos outros, filhos, netos, amigos, enfim, em que pudermos e por muitas vezes, nem se quer perguntamos se a pessoa em questão quer essa nossa "participação"...

Sou de uma geração que foi talhada a fogo e a poesia, cometemos muitos erros, mas sempre buscamos respeitar os delírios e desejos de quem amávamos. Não era comum em nossa geração, a interferência direta na vida de quem quer que fosse. O ser humano nasceu com o arbítrio de escolher o que é melhor para ele, inclusive, o direito de "quebrar a cara", de errar, mas também de aprender com seus erros.

Eu cometi muitos erros em minha vida, é verdade, mas lutei muito para que esses erros fossem meus e não de outra pessoa, fosse ela quem fosse. Aprendi ao longo da vida a entender que os erros não eram de quem me cercava e sim meus. Devo muito a pessoas que me acompanharam durante a minha vida e que me fizeram aprender a assumir minhas responsabilidades. Por isso, não aceito que ninguém seja senhor da vida de ninguém, devemos assumir nossa vida, lutar por ela, viver por ela.

Sou um eterno defensor da liberdade do ser humano de viver a sua vida, de tomar suas decisões por conta de sua própria vontade. Esse é o meu conceito de liberdade, por isso luto, escrevo e brigo. Ninguém deve interferir na vida de ninguém...

Perguntar será que ofende:

Se até o Papa renuncia, por que alguns figuras públicas no Brasil são vitalícias???

Terra dos Zumbis

Ontem eu fui acompanhar de perto o que é a "Zombie Walk", um "desfile" de pessoas caracterizadas como zumbis, monstros, vampiros e outras coisas do gênero  Confesso que tinha um preconceito quanto ao evento e sua relevância no carnaval curitibano, mas ao participar da marcha monstruosa, acabei percebendo o quanto é uma diversão sadia e sem exageros...

Vi famílias inteiras caracterizadas, acompanhando a onda dos mais jovens e que mesmo assim, entraram no clima da passeata. Vi jovens alegres, colocando para fora seus "monstros" de uma maneira organizada e muito criativa. Mesmo a chuva que se fez presente durante toda a caminhada, cerca de 3 mil pessoas estiveram nas ruas de Curitiba, participando do evento.

Ano que vem eu vou querer participar novamente, só que dessa vez, irei caracterizado de algum monstro, para entrar de vez, no clima da festa!!!

O anúncio

DECLARATIO

Caríssimos Irmãos,

convoquei-vos para este Consistório não só por causa das três canonizações, mas também para vos comunicar uma decisão de grande importância para a vida da Igreja. Depois de ter examinado repetidamente a minha consciência diante de Deus, cheguei à certeza de que as minhas forças, devido à idade avançada, já não são idóneas para exercer adequadamente o ministério petrino. Estou bem consciente de que este ministério, pela sua essência espiritual, deve ser cumprido não só com as obras e com as palavras, mas também e igualmente sofrendo e rezando. Todavia, no mundo de hoje, sujeito a rápidas mudanças e agitado por questões de grande relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e anunciar o Evangelho, é necessário também o vigor quer do corpo quer do espírito; vigor este, que, nos últimos meses, foi diminuindo de tal modo em mim que tenho de reconhecer a minha incapacidade para  administrar bem o ministério que me foi confiado. Por isso, bem consciente da gravidade deste acto, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério de Bispo de Roma, Sucessor de São Pedro, que me foi confiado pela mão dos Cardeais em 19 de Abril de 2005, pelo que, a partir de 28 de Fevereiro de 2013, às 20,00 horas, a sede de Roma, a sede de São Pedro, ficará vacante e deverá ser convocado, por aqueles a quem tal compete, o Conclave para a eleição do novo Sumo Pontífice.
Caríssimos Irmãos, verdadeiramente de coração vos agradeço por todo o amor e a fadiga com que carregastes comigo o peso do meu ministério, e peço perdão por todos os meus defeitos. Agora confiemos a Santa Igreja à solicitude do seu Pastor Supremo, Nosso Senhor Jesus Cristo, e peçamos a Maria, sua Mãe Santíssima, que assista, com a sua bondade materna, os Padres Cardeais na eleição do novo Sumo Pontífice. Pelo que me diz respeito, nomeadamente no futuro, quero servir de todo o coração, com uma vida consagrada à oração, a Santa Igreja de Deus.

Vaticano, 10 de Fevereiro de 2013.

O que esperar?

O que, de fato, a renuncia de Bento XVI pode trazer de consequência para os rumos da igreja católica daqui para a frente? Joseph Ratzinger sempre foi um membro ligado a ala conservadora do alto clero da igreja. Virou cardeal no papado de Paulo VI em 1977, mas sempre foi um teórico e um ideólogo da igreja.

Mesmo com a idade avançada, foi eleito papa após a morte de João Paulo II (outro papa da ala conservadora, mas com um forte apelo popular, sendo adorado pelos fiéis da igreja pelo seu enorme carisma), é possível que tenham escolhido Ratzinger para um mandato "tampão", acreditando que o mesmo não suportaria muito tempo no trono de São Pedro.

O certo é que, a igreja vai precisar definir alguns pontos importantes de sua constituição daqui para frente. Será que teremos alguma mudança significativa em seus pensamentos? Bento XVI vinha trabalhando com muito afinco em muitas questões internas da igreja. Uma de suas últimas decisões, foi a de centralizar algumas ações da igreja em torno do Vaticano e não mais permitindo que as decisões fossem tomadas pelas congregações locais (o que ficou mais ou menos definido pelo concilio Vaticano II), o papa lançava uma encíclica quase que mensalmente, trabalhando duro em questões internas da igreja.

Vamos ver no que tudo isso vai dar....

Coluna de Dislene Freitas

Mais uma vez coloco aqui a coluna de Dislene Freitas no jornal Gazeta 24 Horas, como sempre, um excelente texto:


Abaixo da Linha do Equador cá estamos, vivendo e assistindo dia após dia a degradação do pensamento e se o pensamento está degradado a atitude também está degradada. São nos momentos que exercemos a nossa coletividade que a evidência fica ainda mais nítida.
Em especial no Brasil, nos últimos dias, os fatos mais recentes da vida política e pública estão escancarados e cheiram mal, mas quem se importa? Quantos se importam? Como se importam? Por quanto tempo se importam? São muitas as perguntas que devemos nos fazer.
A escala de valores começa a partir da rua que moramos, da cidade que vivemos até chegar ao Senado Federal, a Presidência da República, retornando em movimentos recíprocos e contínuos. Pois bem, tudo o que vivemos é natural? Ou cultural? Eu e você sabemos a resposta.
Diante da profunda contribuição que o filósofo Aristóteles fez ao ocidente, uma citação em especial norteará a nossa conversa semanal: O que vem da natureza é natural o que vem do homem é cultural. E então, que cultura estamos fazendo?
Ao acessar os veículos de comunicação no Brasil é nítida a massificação e a deturpação, é raridade assistir uma informação que possa edificar, que possa transformar a consciência individual e coletiva. Notícia, meramente a notícia importa, se for sensacionalista é ainda mais praticada, ainda mais exacerbada, é ainda mais valorizada e vendida. Muitas vezes não compreendemos o porquê o país não atinge o seu extraordinário potencial. Admiramos os índices dos demais países sem menos tentar uma análise da cultura praticada por eles e praticada por nós.
É nossa responsabilidade examinar as ações e principalmente as reações por nós praticadas. A vida política, vida pública e a vida cultural são a nossa somatória. Se não estamos contentes e satisfeitos então mudemos nossa postura e atitude. O ano está simplesmente começando, não basta simplesmente dizer que isso ou aquilo não presta é necessário aprofundar, é necessário buscar outros modelos, modelos que possam atender e atingir as atuais necessidades.
Filosofia não é apenas uma disciplina, é uma busca para a ação. Vivemos um período onde muitos abdicaram do dever e do direito de pensar e de se posicionar, é mais fácil apenas consumir notícias e padrões estabelecidos de comportamento.
Que a próxima semana traga para todos nós o ano de 2013, de fato, de dever e de direito. Aguardaremos ou agiremos? Alegria, inspiração e vontade!

Minha coluna na Gazeta 24 Horas

O mundo foi acordado em choque nesta segunda feira, 11/02, com o anúncio feito pelo Papa Bento XVI de que irá renunciar ao trono de São Pedro no próximo dia 28/02. A alegação de Bento é de que não possui mais forças para continuar comandando os destinos da igreja católica e que prefere que outro assuma o seu lugar. O Papa também declarou que tem total consciência da gravidade de seu ato, mas que a Igreja saberá como lidar com a situação. è um assunto muito delicado e que tomei a liberdade de tratar sobre ele, aqui nessa coluna, em função da enorme influencia que a igreja católica detém na sociedade brasileira. é a primeira vez que abordo um tema tão amplo quanto este, mas o assunto em si, vale essa abordagem.
O Vaticano anunciou que o Papado ficará vago até a escolha do novo pontífice. Desde o século XV nao se tem um caso de renuncia papal O último Papa a renunciar foi Gregório XII em 1409. A atitude de Bento XVI está longe de ser algo normal, ele deve está sofrendo pressões de tudo quanto é lado, resta saber qual foi o ado que o levou a tomar uma atitude tão drástica quanto essa. Vale salientar dois pontos importantes, primeiro: Ele marcou a renuncia para o dia 28/02, não renunciou direto (ou seja, foi um anuncio possivelmente para acalmar as forças que o pressionaram).
E segundo: Joseph Ratzinger nunca foi um cardeal qualquer, é um teórico e um filosofo da igreja, tem plena consciência da gravidade do ato que está prestes a realizar. Sabe o que significa uma vacância do trono de São Pedro para a igreja em um momento muito delicado, onde o crescimento do islamismo e das igrejas evangélicas tem sido evidente e tem preocupado a direção da igreja católica. O fato é que, com a saída de Bento XVI, qual o rumo que a igreja tomará? Teremos um novo Papa “Pop Star” como foi João Paulo II? Teremos a oportunidade de ver um Papa de corrente mais à esquerda, como a maioria dos cardeais latino americanos? A dúvida permanecerá, pois somente após o conclave que escolherá o novo herdeiro do trono de São Pedro.
Até lá ficarão as especulações e as dúvidas. O que fará Bento XVI após a renuncia? Irá se retirar e cuidar da saúde ou ainda exercerá algum papel relevante, nem que através de seus escritos, no dia a dia da igreja?
Não sabemos essas respostas, talvez ninguém nessa geração saiba. Não convivemos com uma situação como essa, será algo extremamente novo na realidade na vida dos fiéis da maior religião do mundo ocidental. Que rumos essa igreja terá que tomar?
Ficam as perguntas, vamos esperar as respostas!!!

Articulações...

Brincadeira do senador Roberto Requião em seu twitter: "Papa renuncia, como de praxe PMDB não lança candidato, quer a vice e muitos cargos no Vaticano. Temer, Renan e Henrique Alves reunidos em BSB"...

Adoro seguir o senador no twitter, tem sempre algo hilário como esse...

De saída...

O mundo foi acordado em choque nesta segunda feira, 11/02, com o anúncio feito pelo Papa Bento XVI de que irá renunciar ao trono de São Pedro no próximo dia 28/02. A alegação de Bento é de que não possui mais forças para continuar comandando os destinos da igreja católica e que prefere que outro assuma o seu lugar. O Papa também declarou que tem total consciência da gravidade de seu ato, mas que a Igreja saberá como lidar com a situação.

O Vaticano anunciou que o Papado ficará vago até a escolha do novo pontífice. Desde o século XV não se tem um caso de renuncia papal O último Papa a renunciar foi Gregório XII em 1409.


sábado, 9 de fevereiro de 2013

Dinheiro no bolso


Desde ontem, 484 deputados federais (incluindo ai o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), e o vice, André Vargas (PT-PR) ) vai cair na folia de Momo com um dinheirinho a mais no bolso...
Além do 13º salário, eles receberam o que se convencionou chamar de  15º salário, e no mês Março embolsam mais o 14º salário.., tudo isso em função dos direitos concedidos pelo regimento aos deputados  (Ato Conjunto de 30 de janeiro de 2003, art. 3º, §2º).  
Documento oficial da assessoria da Câmara mostra que só 29 deputados abriram mão destes salários extras. 
Os nomes do presidente e vice não constam (lista abaixo). O vice André Vargas diz que recebeu os extras. “Não sabia da lista e nem fui procurado”, justificou. O presidente Henrique Alves não quis comentar o assunto...
O engraçado é que desde meados do ano passado ficou travado o projeto que quer acabar com  os dois salários extras, aprovado pelo Senado e recebido por comissão especial na Câmara. 
Veja a lista dos deputados federais que não receberam esse salário extra:
AFONSO FLORENCE
ALEXANDRE ROSO
AUGUSTO CARVALHO
BETO ALBUQUERQUE
BOHN GASS
CARLAILE PEDROSA
CARLOS SAMPAIO
ERIKA KOKAY
EROS BIONDINI
FABIO TRAD
FERNANDO FRANCISCHINI
FRANCISCO ARAUJO
FRANCISCO PRACIANO
HENRIQUE OLIVEIRA
IZALCI
JANETE CAPIBERIBE
JOAO CAMPOS
LAERCIO OLIVEIRA
LINCOLN PORTELA
LUIZ PITIMAN
MAGELA
POLICARPO
REGUFFE
RONALDO FONSECA
RUBENS BUENO
RUY CARNEIRO
SERGIO ZVEITER
SEVERINO NINHO
WALTER FELDMAN


Gramsci: da Arte à "Pedofilia" 5

Quero pedir escusas para os leitores pela demora em escrever a sequencia do ensaio que estou fazendo sobre a obra de Antonio Gramsci, mas a...